O Gabinete de Empreendedorismo do Bonfim visa o desenvolvimento de competências, atitudes e valores, que promovam e incrementem a iniciativa, a responsabilidade e o espírito empreendedor, enquanto estratégia de educação para a cidadania e preparação da  transição para o prosseguimento de estudos ou para o mercado de trabalho.

Projetos coordenados pelo geb

ÂMBITO: Competências socioemocionais e Educação para o empreendedorismo
ASSUNTO: “Ter ideias para mudar o mundo”, enquadra-se numa cidadania ativa, através da educação para o empreendedorismo dos 3 aos 12 anos. Procura-se capacitar crianças e jovens com ferramentas adequadas para alcançar o sucesso próprio e o das comunidades em que vivem. Partindo de uma conceção ampla de empreendedorismo, pretende transformar ideias em ações, desafiando as perceções de confiança na capacidade pessoal, de cada uma das crianças. Falamos de ambientes de aprendizagem estruturados, com tarefas com um nível de dificuldade associado a experiências informais, permitindo à criança lidar com o erro, mas em simultâneo usar a informação, a partilha, colaboração e cooperação na melhoria da sua realização.

META

1 – Criar um tempo curricular transdisciplinar, chamado de projeto, garantido a sustentabilidade do desenvolvimento de competências socio emocionais através do modelo pedagógico “TIPMM”;

2 – Proporcionar aos alunos aprendizagens ativas e significativas através do modelo pedagógico “TIPMM”;

3- Desenvolver nos alunos a capacidade de mediação entre a aquisição de saberes e o empreender;

4- Incentivar, de forma sustentada, ao desenvolvimento do espírito empreendedor desde a infância;

5 – Capacitar a comunidade educativa através de workshops e seminários para o uso de metodologias de aprendizagens ativas que promovam o desenvolvimento de competências socioemocionais.

6 – Implementar um modelo de monitorização e avaliação dos impactos no desenvolvimento e competências socio emocionais.

7 – Envolver a comunidade educativa e local em mostras anuais de projetos empreendedores.

8- Promover a criação de um ecossistema formativo local em rede que permita potenciar o modelo pedagógico “TIPMM”.

CICLOS: Pré escolar, 1.º e 2.º ciclo
ALUNOS: 350 alunos / ano
DOCENTES: 20 /ano
EQUIPA: GEB, Fátima Conchinha, Berta Viegas e Ondina Duarte
ORÇAMENTO: 29 998,38 €

MAIS:

https://www.academia-aeb-terideiasparamudaromundo.pt/

https://gulbenkian.pt/academias/projects/agrupamento-de-escolas-do-bonfim-de-portalegre/

ÂMBITO: Garantia da Qualidade na Educação e Formação Profissional (EQAVET)

ASSUNTO: A abordagem ao sistema de qualidade EQAVET, com o objetivo de proceder a uma gestão da qualidade, assente numa forte articulação entre os diferentes stakeholders e no desenvolvimento, monitorização, avaliação e melhoria contínua da eficiência da oferta formativa, permite-nos analisar a ação, aferir impactos, potencialidades e aspetos a melhorar. Identificar claramente o ciclo de qualidade (Planeamento, Implementação, Avaliação e Revisão – PIAR), subjacente ao EQAVET.

Todo o processo de implementação possibilitou a criação de equipas permanentes de planeamento, coordenação e suporte às ações, ferramentas e processos digitais facilitadoras de processos interoperativos de monitorização.

META

Indicadores de qualidade contratualizados:

1 –  Melhorar a taxa de Conclusão dos cursos (4a)

2 – Melhorar a taxa de colocação no mercado de trabalho e prosseguimento de estudos (5a)

3 – Melhorar a taxa de diplomados empregados avaliados pelos empregadores (6a)

CICLOS: Secundário (formação e educação profissional)

ALUNOS: todos os alunos que frequentam os cursos profissionais

DOCENTES: Os que lecionam os cursos profissionais

EQUIPA: GEB, Coordenadores dos Cursos Profissionais

ORÇAMENTO:

MAIS: https://aeb.pt/portal/alunos/cursos-profissionais/

ÂMBITO: ERASMUS+ KA2 – Cooperação para a Inovação e o Intercâmbio de Boas Práticas

ASSUNTO: “REDTOGREEN” – Competências para a sustentabilidade na formação profissional

A emergência climática reforça a necessidade de desenvolver programas de formação em matéria de Sustentabilidade e Economia Circular, capacitando profissionais capazes de apropriar e executar tais práticas em contexto laboral.

A parceria transnacional entre saberes científico, técnico, empresarial e pedagógico, permite lançar as bases para desenvolver um modelo de formação transversal em competências verdes, a aplicar nos cursos de ensino profissional do Agrupamento de Escolas do Bonfim.

META: 

– Desenvolver em modelo de cocriação, um referencial formativo envolvendo parceiros científicos, empresariais e pedagógicos 

–  Identificar boas práticas transnacionais em Sustentabilidade/Economia Circular

– Desenhar um referencial formativo transversal no âmbito da Sustentabilidade

– Criar Unidades Curriculares suportadas na  “Metodologia Baseada em Resultados de Aprendizagem”

– Implementar e avaliar os cenários de aprendizagem baseados no referencial, em contexto de formação profissional. 

CICLOS: Alunos dos cursos profissionais

ALUNOS: Todos os alunos dos cursos profissionais (média de 90 alunos/ano)

Parceiros: Selenis Itália, Evertis Ibérica, Instituto Politécnico de Portalegre e AREANATejo

EQUIPA: GEB

ORÇAMENTO: 60000€

MAIS: Candidatura aprovada (2021-2-PT01-KA210-VET-000048178)

ÂMBITO: Projetos‐piloto de inovação no ensino e projetos científicos nas escolas

ASSUNTO: AEBest!SummerCamp Conjunto de oficinas de caráter eminentemente prático, privilegiando a utilização de metodologias ativas de aprendizagem, intercaladas por atividades de cariz mais lúdico. Optou-se por ser abrangente 

nas áreas temáticas, procurando ir de encontro aos interesses dos alunos, assegurando que estas tenham alguma relação com as aprendizagens formais. 

META

– Enfoque nas competências previstas no Perfil do Aluno (sucesso escolar)

– Conciliação entre vida familiar, pessoal e profissional

-Talentos e ideias das crianças e jovens

– Inclusão e promover a equidade e coesão social

– Combatendo o sedentarismo e promovendo uma vida longa e de qualidade

– Comunidades locais, as culturas com educação formal, não formal e informal

– Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania

CICLOS: 2.º ciclo

ALUNOS: 30 alunos/ano

DOCENTES: 20 docentes

EQUIPA: GEB

ORÇAMENTO: 75000€

ESTADO: Em funcionamento

MAIS: https://aeb.pt/portal/projetos/summercamp/

ÂMBITO: Adaptar salas de aula aos contextos de aprendizagens para o século XXI

ASSUNTO: A Sala de Aula para a aprendizagem do XXI comporta ambientes educativos aliciantes com o uso da tecnologia que privilegiam a ação do aluno, favorecendo a motivação, a criatividade e o envolvimento do aluno na construção individual ou coletiva do conhecimento.
Envolve os professores e os alunos em novos processos de ensino e de aprendizagem, com pedagogias mais ajustadas aos novos desafios, proporcionando um impacto positivo nos alunos, nomeadamente ao nível do desenvolvimento das suas competências para o século XXI, ao nível das suas atitudes e ao nível do seu aproveitamento, com benefícios para a aprendizagem dos alunos.

META:

1.ª fase: Criação de dois EDULAB (EB2.ºC Cristóvão Falcão e ES Mouzinho da Silveira).
2.ª fase: Adaptar até 60 % das salas em espaços de aprendizagem ativas

CICLOS: Todos os ciclos

ALUNOS: Após a implementação da 1.ª fase, pelo menos um cenários de aprendizagem ativa, por turma.

DOCENTES: Todos que aplicarem ou desenvolverem cenários de aprendizagem ativa.

EQUIPA: GEB / Clube Ciência Viva ECO3D / Equipa PADDE

ORÇAMENTO: Por definir

MAIS:

Este projeto irá envolver na sua dinamização os alunos do Curso de Desenho Digital 3D numa dinâmica de participação ativa em articulação com outras iniciativas (ALTAVOZ- voz aos alunos).

Este projeto terá o envolvimento de parceiros externos e um programa de financiamento ainda a identificar.

> https://gebonfim.wixsite.com/edulab-a3

> GEB-PROPOSTA ORGANIZAÇÃO DA SALA DE AULA

ÂMBITO: Competências empreendedoras para a empregabilidade

ASSUNTO:

A disciplina de projeto assume-se assim como um espaço transdisciplinar, interdisciplinar onde as realizações, as aptidões e atitudes estão ao serviço da promoção de competências essenciais para o mercado de trabalho e para uma cidadania ativa.

Com a duração de 100 horas, desdobra-se nos dois últimos anos do curso (11.º e 12.ºanos), permitindo fazer uma preparação gradual na aquisição de competências essenciais no desenvolvimento de um projeto colaborativo e com intervenção na comunidade, simulando o desafio do  saber a adquirir  a partir de problemas concretos. 

Num segundo ano, onde o essencial é demonstrar essas competências no desenvolvimento do projeto individual,  a iniciativa e criatividade, suportadas pela autonomia, permitirão ao aluno construir a sua prova de aptidão profissional (PAP).

META: Criação e consolidação de uma disciplina de oferta de escola denominada de projeto com a duração de 100 horas.

CICLOS: Educação e Formação Profissional

ALUNOS: Todos os alunos dos cursos profissionais

DOCENTES: Docentes do grupo 550

EQUIPA: GEB / grupo disciplinar 550

ORÇAMENTO: — €

MAIS: Disciplina projeto_ proposta curricular

ÂMBITO: Plano de Desenvolvimento Pessoal e Social

ASSUNTO: SER+PRO. Programa de transição para a vida ativa, no sentido de promover percursos sociais e profissionais de sucesso ao estimular competências e experiências e mecanismos de preparação e de vivência em autonomia de vida.

META:

Desenvolvimento dos programas: 

– “Competências pessoais e Sociais” – 10.ºano; 

– “Conhecer-me a mim e às minhas escolhas” – 11.º ano;

– “Rumar ao Futuro” – 12.º ano

CICLOS: Ensino Secundário

ALUNOS: Todos os alunos a frequentar os cursos profissionais.

DOCENTES: Coordenadores de curso, Diretores de Turma e Psicóloga

EQUIPA: SPO / Coordenação dos Cursos Profissionais / GEB

ORÇAMENTO: — €

MAIS: Este programa enquadra-se no processo EQAVET (Qualidade dos cursos profissionais).

 

ÂMBITO: Orçamento Participativo das Escolas

ASSUNTO: Programa do Ministério de Educação dirigido aos estudantes do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário que, através de um processo democrático vão poder decidir o que querem melhorar na sua escola. Para isso precisam de ter uma ideia, reunir apoio e, claro, conseguir os votos dos colegas!

META: Envolver pelo menos duas equipas por ciclo.

CICLOS: 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário

ALUNOS: 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário

DOCENTES: Preferencialmente os docentes que dinamizam Cidadania e Desenvolvimento

EQUIPA: GEB por delegação do Diretor

ORÇAMENTO: 1€ /por aluno

MAIS:

https://aeb.pt/portal/projetos/ope/ 

https://opescolas.pt/

ÂMBITO: Educação para o Empreendedorismo

ASSUNTO: Os Alunos estão no centro da tomada de decisão e da aprendizagem. Aprendem, fazendo. Cometem erros, no ambiente protegido que é a escola, com o apoio de voluntários do mundo do trabalho e do professor. Desenvolvem competências de trabalho: liderança, tomada de decisão, resistência ao fracasso, trabalho em equipa, técnicas de apresentação e comunicação oral. São mais empreendedores, mais dinâmicos. São donos do seu futuro.

META: Envolver pelo menos uma turma por ciclo de ensino

CICLOS: Todos os ciclos

ALUNOS: —

DOCENTES: 1 por turma

EQUIPA: GEB / Estratégia Cidadania

ORÇAMENTO: — €

MAIS: GEB / Estratégia Cidadania

ÂMBITO: Educação para o Empreendedorismo / Literacia Financeira

ASSUNTO: O programa Mentes Empreendedoras é dirigido aos jovens do ensino secundário que, através de um modelo de formação experiencial, desenvolve nos alunos competências de Liderança, Autonomia e Talento, ativando o seu potencial para gerar impacto na comunidade onde vivem, na sociedade e a sua capacidade de se transformarem e superarem a si mesmos.

META: CRIAR UMA GERAÇÃO DE CIDADÃOS DE IMPACTO!

CICLOS: Ensino Secundário

ALUNOS:

DOCENTES: Preferencialmente docentes responsáveis pela área de Cidadania e Desenvolvimento

EQUIPA: GEB / Estratégia Cidadania

ORÇAMENTO: –€

MAIS: https://www.mentesempreendedoras.com/

ÂMBITO: Voz dos Alunos no desenho de opções curriculares e ou extracurriculares

ASSUNTO: No âmbito do Decreto Lei n.º 55/2018 que prevê, o envolvimento dos alunos na definição de prioridades e opções curriculares estruturantes, ao nível da escola, promove-se a iniciativa “ALTAVOZ” que através de um conjunto de workshops e recorrendo ao estímulo de competências como o pensamento crítico, a resolução de problemas, a criatividade e a comunicação se procura soluções para a criação de cenários de aprendizagem para o século XXI, sobretudo dirigidas ao ensino secundário.

META: Produção do relatório (55.19.06) que integrará todas as dinâmicas desenvolvidas e um conjunto de recomendações para implantação

CICLOS: Secundário

ALUNOS: —

DOCENTES: Preferencialmente Diretores de Turma e responsáveis pela Cidadania e Desenvolvimento

EQUIPA: GEB

ORÇAMENTO: 00€

MAIS: Possibilidade de articulação com o projeto Orçamento Participativo de Escola

ÂMBITO: Promoção das áreas (STEAM) nas escolas.

ASSUNTO: Criação do Clube Ciência Viva “ECO3D” como espaço aberto de contacto com a ciência, arte e a tecnologia, para a educação e para o acesso generalizado dos alunos a práticas científicas, promovendo o ensino experimental das áreas STEAM.  Através de uma sólida rede de parcerias como Instituto Politécnicos, Universidades, Centros de Investigação, Museus e Centros de Ciência, Empresas, Associações e ONG´S que fomenta a interdisciplinaridade e a abertura das escolas à comunidade.

META:

Consolidar práticas experimentais STEAM incrementadas pela implementação dos clubes de Ciência Viva.

Aferir o grau de implementação estratégica STEAM aplicado critérios de qualidade “STEAM SCHOOL LABEL”

CICLOS: Todos os Ciclos

ALUNOS: 300

DOCENTES: Docentes dinamizadores dos CLubes de Ciência Viva / Todos os docentes que dinamizam aprendizagens STEAM

EQUIPA: GEB /CCV ECO3D e Bonfim

ORÇAMENTO: 10 000€

MAIS: Em fase de candidatura

https://gebonfim.wixsite.com/eco3d

Nota: candidatura recusada por existência de outro CCV no Agrupamento.

PROJETOS EMPREEDEDORES

EVENTOS

OUTROS PROJETOS

OSOS -LOGO
OSOS - Engenharia e Criatividade

Equipa

Contactos

Paulo Matos (coordenação)
Conceição Esteves
Adelaide Teixeira
Nelson Castro
 

Escola Secundária Mouzinho da Silveira
Av. do Bonfim, 7300-067, Portalegre
Telef. 245302370
Email: geb@aeb.pt

Adicione aqui o texto do seu título